Vereador Chiquito Praxedes luta pelo abastecimento na zona rural de Caraúbas

Vereador Chiquito Praxedes luta pelo abastecimento na zona rural de Caraúbas

O vereador Chiquito Praxedes vem desenvolvendo através de seu mandato uma importante luta para garantir o abastecimento de água para a comunidade rural de Ilharga. De acordo com o vereador, ele conseguiu aprovar uma indicação por unanimidade junto a Câmara Municipal de Caraúbas para que o município através de reivindicação junto a Companhia de Águas e Esgotos do Rio Grande do Norte (Caern), garanta o abastecimento das cerca de 100 famílias que residem nessa comunidade. “Já recebemos o apoio do prefeito Juninho Alves e do presidente da Câmara, vereador Hamilton Bezerra para que essas famílias que somam cerca de 150 pessoas possam ter seu abastecimento de água regularizado. Embora passe uma adutora a cerca de mil metros da comunidade, a Caern não fez a ligação que possa garantir água para essas pessoas, que hoje recebem água através de carro-pipa oferecidos pela prefeitura de Caraúbas”, disse o vereador.

De acordo com Chiquinho, na semana passada ele, juntamente com o prefeito Juninho Alves, Hamilton Bezerra e Antonio Pereira estiveram reunidos com gerentes regionais da Caern para tratar da situação. “ Prefeitura de Caraúbas já conclui o desmatamento e limpeza da área para que possa ser feita a ligação entre a adutora e a comunidade, falta só a mobilização da Caern através do Governo do Estado, resolver esse problema de calamidade pública daquela daquela comunidade e que tem que ser resolvida agora. As pessoas estão enfrentado muita dificuldade com a falta de água e a promessa de resolução do problema que vem se arrastando por vários anos. Através de nosso gabinete estamos enviando cópias da indicação aprovada pela Câmara, para os gabinetes dos deputados Raimundo Fernandes, Getúlio Rêgo e o federal Beto Rosado, além da senadora Zenaide Maia e Ministério do Desenvolvimento Regional, para que alguém tome providencias”, destaca.

“Prometo ao povo  que eu não irei baixar a guarda, enquanto não resolver o problema daquela comunidade”, finaliza

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *