Sesap orienta municípios para vacinação de grupos com comorbidades

Sesap orienta municípios para vacinação de grupos com comorbidades

Nota técnica da Secretaria de Saúde do Rio Grande do Norte detalha a divisão da população para nova fase da imunização contra Covid-19. Estão sendo distribuídas 115.364 doses para iniciar o processo de vacinação do grupo de pessoas com comorbidades

O Rio Grande do Norte entra nesta semana em uma nova fase da campanha de imunização contra a Covid-19. Com a chegada do novo lote de vacinas Astrazeneca/Fiocruz e o 1º carregamento da Pfizer, passam a ser atendidas pessoas com comorbidades, deficiências permanentes e grávidas.

Até o fim desta terça-feira (4), a Secretaria de Estado da Saúde Pública (Sesap) vai finalizar a distribuição de 115.364 doses para iniciar o processo de vacinação desse público em todo o estado, além de mais 2.320 doses para ampliar a imunização entre as forças de segurança.

Para organizar o processo, a Sesap encaminhou aos municípios a nota técnica nº 20/2021, detalhando os grupos a serem atendidos na abertura dessa nova etapa de vacinação.

A nota técnica divide o público, estimado em 460 mil potiguares, em duas fases. Para a primeira etapa, as vacinas estão destindas a pessoas com Síndrome de Down, com doença renal crônica em diálise, gestantes e puérperas com comorbidades e aqueles entre 55 e 59 anos que tenham deficiência permanente e estejam cadastrados no programa de Benefício de Prestação Continuada (BPC).

Entre as comorbidades, para a 1ª etapa foram destacadas as pessoas entre 55 e 59 anos que tenham diabetes mellitus ou doenças cardiovasculares crônicas. O escalonamento se dá pela quantidade insuficiente de doses da vacina até o momento para atender todo o público de uma só vez. As faixas seguintes serão entre 50 e 54, 45 a 49, 40 a 44, 30 a 39 e 18 a 29 anos, de acordo com a disponibilidade de doses.

DOCUMENTAÇÃO

Com o objetivo de facilitar o trabalho nos municípios, a Sesap também disponibilizou na plataforma RN+ Vacina a possibilidade de inserção dos documentos comprobatórios para as pessoas com comorbidades, os quais deverão ser analisados por equipe técnica anteriormente à autorização para a vacinação. Os documentos podem ser apresentados pelo próprio cidadão, na área de cadastro pessoal do RN+ Vacina.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *