Servidores gerais da Prefeitura de Mossoró deflagram greve

Servidores gerais da Prefeitura de Mossoró deflagram greve

Cansados de esperar proposta da gestão municipal e as mentiras divulgadas pelo prefeito Alysson fizeram com que servidores decidiram pela paralisação

Após mais de um ano e três meses de espera e mais uma reunião frustrada, a gestão Allyson Bezerra esticou a corda além do que devia, e, sem qualquer proposta a ser apresentada aos servidores gerais de Mossoró e aos profissionais da Saúde, uma greve foi deflagrada nesta terça-feira (29) em assembleia com grande representação destes profissionais realizada no auditório da Estação das Artes.

Aprovada por ampla maioria, com somente um voto contrário e cinco abstenções, o sentimento dos servidores era de frustração e revolta após a reunião realizada nesta segunda (28) entre representantes do Sindiserpum e o Executivo, sem qualquer avanço e sem perspectiva da tão exaltada “valorização” pelo prefeito Allyson Bezerra e da propagação de benesses inexistentes por parte do gestor municipal.

“A greve é a última instância neste processo de luta pela valorização dos servidores. Acho que o prefeito não acreditava que iríamos chegar a este ponto, mas paciência tem limites e a destes servidores esgotou. Estaremos juntos já a partir desta quarta (30), mobilizando e fazendo tudo o que for necessário devolver a dignidade destes servidores de forma concreta”, afirma a presidente do Sindiserpum, Eliete Vieira.

Na assembleia desta terça-feira (29) estiveram presentes agentes administrativos, merendeiras, Agentes Comunitários de Saúde (ACS) e Agentes de Combate às Endemias (ACE), assistentes sociais, técnicos em enfermagem, enfermeiros, farmacêuticos, fisioterapeutas, psicólogos, dentistas, auxiliares de serviços gerais, agentes de trânsito e da Guarda Municipal, motoristas, dentre outros.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.