Semana Estadual do Meio Ambiente tem um alcance de mais de 30 mil participantes

Semana Estadual do Meio Ambiente tem um alcance de mais de 30 mil participantes


Com o tema “Restaurar para Viver”, a programação da SEMA 2021 aconteceu em formato híbrido e reuniu minicursos sobre licenciamento ambiental, oficinas, material didático, lives, além de atividades culturais e artísticas.

A Semana Estadual do Meio Ambiente 2021 chegou ao fim trazendo muitos resultados positivos. De acordo com um levantamento feito pela Assessoria de Comunicação do Instituto de Desenvolvimento Sustentável e Meio Ambiente (Idema), mais de 30 mil pessoas acompanharam as atividades produzidas, considerando esse número dividido em lives, webinar, oficinas, minicursos, palestras, postagens específicas nas plataformas do Instagram, Youtube e Twitter, durante cinco dias de evento. A SEMA é uma realização do Governo do RN, por meio da Semarh, Idema, Caern, Igarn e Governo Cidadão.

Toda a programação foi pensada para debater com a sociedade a difusão de conhecimento e de experiências exitosas na área ambiental. Entre os participantes da SEMA 2021, estiveram representantes dos órgãos estaduais e municipais, gestores ambientais, alunos da Rede Pública de Ensino, graduandos, crianças, professores e sociedade civil.

No decorrer da Semana do Meio Ambiente foram abordados temas como recursos hídricos, gerenciamento costeiro, licenciamento de indústrias, energias renováveis, educação ambiental, mudanças climáticas, Unidades de Conservação, iniciativas sustentáveis, entre outros assuntos que visaram dialogar com o público acerca dos principais desafios da gestão ambiental no RN, bem como no cenário nacional.

Este ano inicia-se a Década das Nações Unidas para a Restauração dos Ecossistemas. A ONU alerta, que esse é o momento de enfatizar o repensar das nossas atitudes e a nossa relação com o meio ambiente. E reforça que é preciso refletir e agir para que possamos recuperar, enquanto ainda há tempo, o que ainda nos resta neste planeta Terra que nos abriga e nos presenteia com a vida.

“É através da educação que vamos alcançar mudanças de atitudes e comprometimento com o meio ambiente”, destacou a subcoordenadora de Planejamento e Educação Ambiental do Idema, Iracy Wanderley Filha ao falar sobre o lançamento da Campanha RN + Limpo e ações promovidas pelo setor.

Ao todo, foram mais de 50 atividades promovidas durante a Semana. Entre elas, oficinas, trilhas ecológicas, conteúdos informativos, minicursos, oficinas, webinários sobre licenciamento ambiental e conservação da Natureza, além de atividades de cunho artístico e cultural.

Além das atividades na sede do Idema, através do formato virtual, o Parque das Dunas promoveu uma gama de ações. No Parque, houve visitações à Sala de Exposições com retratos da riqueza e exuberância da fauna e da flora da Unidade de Conservação; trilhas interpretativas; projeto “De Férias no Parque – resgate de brincadeiras antigas”; projeto Ecos do Bosque, oficinas e muito mais.

“Com uma ampla programação, tivemos um alcance bastante satisfatório que superou nossas expectativas. Acredito que esse momento de pandemia, tão desafiador para o mundo, serve também para aprendermos novas formas de se relacionar, de reaprender a consumir informação e descobrir que, apesar da crise, nós podemos promover muita coisa boa em parceria. Foi uma semana em que estimulamos e desenvolvemos ações para despertar a sensibilização nas pessoas, o engajamento nas causas ambientais, a responsabilidade individual e coletiva, mas ressalto que, o pensamento de restauração e proteção à Natureza, em todas suas formas, deve ser contínuo”, finalizou o diretor-geral do Idema, Leon Aguiar.

ENCERRAMENTO DA SEMA CONTOU COM PROJEÇÃO MAPEADA

Uma projeção mapeada no monumento Mãe Terra, desenvolvida pela equipe do projeto Jornada no Bosque encerrou a Semana Estadual do Meio Ambiente, na noite desse sábado (5), no Parque das Dunas. No Dia Mundial do Meio Ambiente, o produtor da obra “Regeneração”, o artista multicultural Maurício Panella, trouxe a mensagem da reconexão com a Natureza como abordagem principal da iniciativa.

O momento foi celebrado entre representantes do Idema, Semarh, equipe do Jornada no Bosque, e foi transmitido por meio de live nos perfis do Instagram @idemarn e @jornadanobosque. Em sua fala, Maurício relatou um pouco sobre a concepção da iniciativa, que aborda a mensagem do respeito à Natureza como tema central da obra.

“A obra mostra cenas da ação destrutiva do homem à Natureza e nos convida para a reconexão com o que está esquecido. Necessitamos da harmonia com todos os seres para termos uma vida possível no futuro. A obra mistura momentos de destruição, processos de degradação, ao mesmo tempo em que apresenta o cenário de recuperação; um convite para nós. Gostaria de agradecer a todos que participaram, de alguma forma, da nossa programação, e também relembrar que a Natureza pede socorro e precisa com urgência que nós paremos de agredi-la”, falou Maurício Panella.

O diretor-geral do Idema, Leon Aguiar, ressaltou que o momento não é suficiente cuidar somente das áreas prioritárias, pois é necessário restaurar e repensar tudo o que afeta negativamente o que nos cerca. “Restaurar é uma missão importante para o Estado do Rio Grande e gostaria de reafirmar os compromissos que o Idema possui com o meio ambiente. Estamos coroando esse encerramento da SEMA 2021 com foco na recuperação dos ecossistemas, compreendendo cada vez mais que é preciso restaurar para viver”, finalizou o diretor-geral do Idema, Leon Aguiar.

DIA MUNDIAL DO MEIO AMBIENTE

O Dia Mundial do Meio Ambiente, dia 5 de junho, foi instituído pelas Organizações das Nações Unidas (ONU), em dezembro de 1972, durante a conferência de Estocolmo, Suécia. A data tem como objetivo principal conscientizar as populações ao redor do mundo a respeito da importância de proteger os recursos naturais e para que os povos adquiram uma postura consciente sobre a preservação do planeta.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *