Prefeita Cinthia Sonale determina que secretarias se envolvam no ‘Setembro Amarelo’

Prefeita Cinthia Sonale determina que secretarias se envolvam no ‘Setembro Amarelo’


Desde o século XIX que os problemas da mente são estudados com afinco, visando alguma explicação sobre o que leva as pessoas a se mutilarem e a atentarem contra a própria vida. Dois séculos se passaram e a preocupação ainda persiste. E o problema se agravou por conta da pandemia provocada pelo novo Coronavírus, que obrigou muita gente a ficar em casa, distante de outras pessoas. E esse fator acabou, de alguma maneira suscitando debate voltado para a importância da saúde mental, já que o distanciamento social acabou projetando o retorno da preocupação com a mente humana.
Diante dessa realidade, a Prefeitura de Grossos segue os parâmetros voltados para o mês de setembro, chamado de “Setembro Amarelo”, quando ocorre uma ampla discussão sobre o problema envolvendo a saúde mental e as medidas que podem amenizar tal situação. Uma simples conversa, para quem ainda sente os efeitos do isolamento social e, consequentemente, apresenta sintomas de depressão, pode ser o início de um resgate social mais profundo.
A prefeita Cinthia Sonale comentou que o problema é sério e não se pode fechar os olhos para a depressão, que pode acometer crianças, jovens e adultos. Segundo ela, a sociedade, de maneira geral, tem que estar atenta para evitar problemas maiores. “Nós temos que ser vigilantes o tempo todo para que nossas crianças, jovens, adultos e idosos não sejam acometidos pela depressão, que é o chamado mal do século 21. Nós, enquanto Prefeitura de Grossos, estamos imbuídos de força, coragem e determinação para combater esse problema”, disse.
A programação do “Setembro Amarelo” envolve as secretarias municipais de Assistência Social, Saúde e Educação. A prefeita Cinthia Sonale entende que é com ações intersecretariais que as possibilidades de sucesso aumentam. Para ela, quanto mais pessoas, quanto mais técnicos estiverem envolvidos, melhor.
A secretária de Assistência Social, Emanuela Costa, informou que a programação se inicia no dia 14/9, terça-feira, com atuação da equipe do CRAS na FM Salinas. É que a emissora de rádio tem boa aceitação popular e como grande parte dos ouvintes se enquadra no público a ser beneficiado com as atividades do “Setembro Amarelo”, a secretária Emanuela Costa entende que é uma alternativa positiva.
Serão realizadas também atividades com alunos das redes estadual e municipal de ensino, grupo de jovens, de idosos e população em geral. Tudo para ampliar o número de pessoas a ser contemplado pelas ações, e, assim, buscar maneiras para que as pessoas que, por ventura, possam estar passando por algum problema que envolva as emoções e a mente possam, consequentemente, ser ajudadas.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *