Novo prefeito se contradiz em justificativa de decreto de calamidade financeira

Novo prefeito se contradiz em justificativa de decreto de calamidade financeira

Em matéria divulgada pela equipe de comunicação, a Prefeitura de Mossoró informa que o prefeito Allyson Bezerra decretou Estado de Calamidade Administrativa e Financeira.

De acordo a matéria, o Decreto N° 5.939/2021, publicado no Jornal Oficial de Mossoró (JOM), no sábado (2), compõe pacote de ações para economizar recursos e dar mais eficiência à máquina pública. Ao todo, são oito decretos para enfrentar a crise econômica, financeira e fiscal que atinge a municipalidade.

O novo prefeito justifica os ajustes a uma série de dificuldades, como salários atrasados de servidores municipais e a expectativa, no Orçamento 2021.

O Oeste Em Pauta entrou em contato com a equipe de comunicação do município, com os seguintes questionamentos:

-Quais os meses de salários em atraso na Prefeitura de Mossoró? 

-Quantos servidores efetivos e comissionados estão sendo atingidos com os atrasos?

-E quando os salários em atrasos serão atualizados?

Em resposta ao blog, a Secretaria Municipal de Comunicação, afirmou:

“Lamentavelmente, tais informações só estarão disponíveis no transcurso da semana iniciada. A gestão anterior não repassou ao atual governo documentos que permitam posição oficial, por enquanto. Tão logo tenhamos todos os dados daremos ampla publicidade”.

NOTA DO BLOG: Um fato que chama a atenção é que o novo prefeito decretou estado de calamidade financeira, justificando atraso de salários, ao mesmo tempo em que alega não ter recebido documentação sobre a situação do município. Um tanto contraditório, mas vamos aguardar respostas.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.