Ministro Waldez Góes visita obras hídricas no RN

Ministro Waldez Góes visita obras hídricas no RN

Modelo de dessalinização implantado em João Câmara será replicado no Amapá

Com a finalidade de visitar obras hídricas em execução no Rio Grande do Norte a governadora Fátima Bezerra recebeu nesta sexta-feira, 07, o Ministro da Integração e do Desenvolvimento Regional (MIDR) Waldez Góes. O ministro veio acompanhado do senador pelo Amapá, David Alcolumbre e pelo governador daquele estado, Clécio Luís que pretendem replicar a experiência de dessalinização de águas executada no RN.
“Venho conhecer a experiência do RN com usina de dessalinização de águas para estudar a possibilidade de implantar no Estado do Amapá, no arquipélago de Bailique, que tem 60 comunidades e 15 mil pessoas. Lá, na foz do rio Amazonas, enfrentamos a salinização de águas e possivelmente poderemos aplicar esta tecnologia do RN para atender àquela população”, afirmou o ministro, ao acrescentar que: “Aqui trabalhamos integrado ao Governo do Estado e temos grandes investimentos para garantir assistência hídrica ao povo do RN com construção e recuperação de barragens e sistemas adutores”.
A governadora Fátima Bezerra destacou a importância da presença do ministro e o compromisso do Governo Federal em concluir as obras eleitas como prioritárias para a segurança hídrica no RN. “A barragem de Oiticica, as adutoras do Seridó e Agreste, a barragem Passagem das Traíras e o ramal Apodi-Mossoró da transposição de águas do rio São Francisco são imprescindíveis para o abastecimento humano, para a produção e para o desenvolvimento econômico e social. E temos o compromisso de entregar todas essas obras até 2026”, enfatizou.


Fátima Bezerra citou também a experiência do Rio Grande do Norte com sistemas de dessalinização de águas, realizada inclusive, com parceria privada, como no caso do sistema da comunidade Serrote São Bento, no município de João Câmara, também conhecida como ‘Amarelão’. “Esta era uma antiga reivindicação daquela comunidade que é indígena e agora passa a ter acesso à água de qualidade, em quantidade, e que será modelo para o estado do Amapá”.
O Governo do Estado firmou cooperação com as empresas CPFL Renováveis e State Grid, como forma de compensação ambiental, para instalação do sistema dessalinizador. Na comunidade, a água é captada a 150 metros de profundidade. São 80 mil litros de água dessalinizada por dia, distribuídos através de adutora com extensão de 5 quilômetros que atendem 800 residências e 3 mil pessoas. Investimento no valor de R$ 8 milhões.
O sistema foi instalado pela CPFL em parceria com o Governo do Estado. A Secretaria de Estado do Meio Ambiente e Recursos Hídricos (SEMARH) entrou com o apoio técnico e social, inclusive dando assistência técnica às comunidades para a operação do sistema.
Na recepção ao ministro Waldez Góes (MIDR), ao senador Alcolumbre e ao governador do Amapá Clécio Luíz, Fátima Bezerra esteve acompanhada do vice-governador Walter Alves, da senadora Zenaide Maia, e dos secretários de Estado Virgínia Ferreira (Segep), Paulo Varela (Semarh), Daniel Cabral (Comunicação Social), Jaime Calado (Sedec), adjuntos Ivanilson Maia (Gac), Auricélio Costa (Semarh), diretor-presidente do Idema, Leon Aguiar, coordenador de desenvolvimento energético da Sedec, Hugo Fonseca. Também compareceram, Sérgio Caetano, representando o presidente da Petrobras, Jean Paul Prates e representantes da CPFL/State Grid.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *