Donos de salinas artesanais de Grossos se interessam pela regularização da atividade

Donos de salinas artesanais de Grossos se interessam pela regularização da atividade

A Prefeitura Municipal de Grossos em Parceria com o projeto Ekosal da Universidade Federal Rural do Semiárido (UFERSA), tem como objetivo a regularização ambiental da salinas artesanais do município. O projeto conta atualmente com 93 salinas mapeadas de 66 salineiros com interesse no licenciamento ambiental da atividade, a adesão ao projeto é voluntária, e sem custos aos salineiros.

“O salineiro que regularizar a situação das salinas juntos aos órgãos ambientais, terão mais oportunidades de conseguir financiamentos junto aos bancos, como também linhas de créditos para investir na expansão da atividade salineira , beneficiando o comércio local ” disse a Prefeita Cinthia Sonale.

Grossos é o único lugar onde ainda existe e resiste a produção de sal não mecanizada. O município conta com 173 salinas artesanais distribuídas em seu território, sendo 130 delas na comunidade do Córrego, 29 no Boi Morto, 12 no coqueiros e 2 na comunidade de Areia Alvas.

Em parceria firmada com a Prefeitura de Grossos, o projeto já realizou dois encontros com os salineiros a fim de apresentar os objetivos do projeto, que trata da regularização da atividade no município, que é único onde a extração do sal artesanal é encontrada no Rio Grande do Norte.

Uma equipe da UFERSA, já esteve no município, e realizou visita técnica as salinas artesanais, que na oportunidade foram feitos o mapeamento das salinas por meio de GPS RTK ( equipamento de medição de alta pressão) e com auxílio de VANTS (drones).

A participação da Prefeitura é de suma importância para o sucesso do projeto, pois além de mobilizar, pode agilizar a documentação técnica, que sejam emitidos por parte do poder público, como por exemplo, documentos de certidão do solo,alvará de localização dentre outros.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *