Aumento do volume de chuvas no interior do RN garante aporte aos reservatórios do Estado

Aumento do volume de chuvas no interior do RN garante aporte aos reservatórios do Estado

dos Principais Reservatórios Estaduais, divulgado na quarta-feira (5), pelo Instituto de Gestão das Águas do RN (Igarn), indica que as reservas hídricas superficiais totais do RN, continuam aumentando com as chuvas pelo interior do Estado. Atualmente, somam 2.035.687.106 m³, correspondentes a 46,51% da sua capacidade total. Na última sexta-feira, 30 de abril, o volume das reservas hídricas era de 1.979.033.003 m³, equivalentes a 45,22% da sua capacidade total, que é de 4.376.444.842 m³.

A barragem Armando Ribeiro Gonçalves, maior reservatório do RN, acumula 1.336.237.997 m³, equivalentes a 56,31% da sua capacidade total, que é de 2.373.066.510 m³.

A segunda maior barragem do RN, Santa Cruz do Apodi, recebeu bom aporte hídrico e acumula 207.609.700 m³, percentualmente, 34,62% da sua capacidade total, que é de 599.712.000 m³. 

Já a barragem Umari, terceiro maior manancial do RN, acumula 199.897.985 m³, correspondentes a 68,27% da sua capacidade total, que é de 292.813.650 m³.

O açude que recebeu maior ganho percentual de volume foi o Santana, também conhecido como Gangorra, localizado em Rafael Fernandes, que acumula 6.603.333 m³, correspondentes a 94,33% da sua capacidade total, que é de 7 milhões de metros cúbicos.

Outro reservatório que recebeu bom aporte hídrico foi o Malhada Vermelha, localizado em Severiano Melo, que acumula 2.082.880 m³, correspondentes a 27,63% da sua capacidade total, que é de 7.537.478 m³.

O açude Rodeador, localizado em Umarizal, acumula 13.635.597 m³, percentualmente, 63,71% da sua capacidade total, que é de 21.403.850 m³.

O açude Morcego, localizado em Campo Grande, acumula 3.766.837 m³, correspondentes a 56,15% da sua capacidade total, que é de 6.708.331 m³.

A barragem de Lucrécia acumula 7.308.848 m³, correspondentes a 29,53% da sua capacidade total, que é de 24.754.574 m³. Na última sexta-feira, o manancial estava com 6.557.561 m³, percentualmente, 26,49% da sua capacidade.

O reservatório Beldroega, localizado em Paraú, acumula 4.398.387 m³, equivalentes a 54,59% da sua capacidade total, que é de 8.057.520 m³.

O açude Flechas, localizado em José da Penha, acumula 5.655.475 m³, equivalentes a 63,19% da sua capacidade total, que é de 8.949.675 m³.

O açude Alecrim, localizado em Santana do Matos, acumula 2.270.000 m³, correspondentes a 32,43% da sua capacidade total, que é de 7 milhões de metros cúbicos.

Os reservatórios monitorados pelo Igarn que já sangraram durante essa quadra chuvosa foram: o açude de Encanto, Riacho da Cruz II e Passagem, localizado em Rodolfo Fernandes. Os três continuam vertendo suas águas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *