12ª Direc diz que não há registro de contaminação por covid nas escolas e esclarece sobre casos suspeitos

12ª Direc diz que não há registro de contaminação por covid nas escolas e esclarece sobre casos suspeitos

Veja vídeos:

O retorno das atividades presenciais nas escolas da rede estadual de ensino para todos os alunos se consolidou no último dia 4 deste mês, quando as unidades de ensino ficaram aptas a receber 100%¨dos estudantes.

Essa retomada para todos os alunos, professores e funcionários ocorreu com respeito a todos os protocolos de biossegurança de forma coletiva e adoção de cuidados individuais por todos e por cada um. O objetivo, aponta o professor Jadson Arnaud, diretor da Décima Segunda Diretoria Regional de Educação e Cultura (12ª DIREC) é garantir que todos estejam em segurança e realizando suas atividades com tranquilidade.

“Apesar de toda a precaução e os cuidados, haverá situações em que o surgimento de um ou outro caso poderá ser interpretado como de uma infecção resultante da volta das atividades presenciais nas unidades de ensino como se a contaminação tivesse acontecido no espaço escolar”, aponta Jadson Arnaud, acrescentando que até agora, não houve nenhum caso confirmado de covid cuja infeção tenha sido registrada em quaisquer das escolas da jurisdição da 12ª DIREC.

“Até agora, notificado de forma oficial, só a Escola Estadual Centenário, com o registro de um caso confirmado. Uma professora que veio para o primeiro dia de aula já com os sintomas, já contaminada. Ela foi orientada a retornar para casa, no outro dia se submeteu ao exame, que deu positivo para a covid. Pelo tempo, dá para se ter a certeza de que ela não foi contaminada na escola”, argumenta Jadson Arnaud.

Ele relata ainda que há um professor e um aluno com suspeitas de terem contraído a doença, mas sem confirmação oficial. O diretor da 12ª DIREC revela que a infelizmente algumas informações tem sido propagadas de forma distorcida e isso acaba provocando medo e insegurança entre as pessoas.

“Em relação a outras escolas o que se tem hoje, e isso tem nos preocupado muito, são fake News, informações falsas, sobre o contágio de alunos e professores. Particularmente, sobre a Escola Freitas Nobre, o que temos é a suspeita de um professor e de uma aluna, que no final de semana sentiram sintomas e foram orientados a fazer os exames”, informa, ressaltando que os resultados desses testes ainda não foram divulgados.

Jadson Arnaud destaca que pelo momento pandêmico que o país ainda vive, é importante que todos estejam atentos e tomando as devidas preocupações, tanto para evitar a contaminação pelo novo coronavírus, quanto para evitar propagar notícias que não correspondam à realidade dos fatos.

“Todos nós temos sido orientados a agir com muita transparência, e assim temos feito, para que ao identificarmos possíveis casos que chamem a atenção, que sejam adotadas as medidas e informado à comunidade escolar e à sociedade como um todo para que não se crie pânico”, pontua.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *